Como usar celular Nokia 5200 como modem (tethering) no Ubuntu 12.04

Detonei meu Android Wei Dream mexendo nele como root. Transformei-o num tijolo inútil de alta tecnologia. Tive que voltar ao meu velho Nokia 5200 Xpress Music. Como posso vir a precisar de conexão em trânsito, tive que descobrir como usar este aparelho quase obsoleto como modem de meu laptop. Há algum tempo, a internet por rede celular era obscenamente cara. Agora, é apenas muito cara, mas pode-se comprar planos 3G de pré-pago por 10 reais por mês para franquia de 30 megabytes, com redução de velocidade no esgotamento da franquia (Vivo). Então, numa viagem, dá para se acessar internet pela rede 2G/3G.

Usar o celular como modem é chamado de tethering. Ao conectá-lo ao PC com o cabo USB, o aparelho pergunta “Cabo de dados USB conectado. Selec. modo.”  Aperta-se OK e aparecem três tipos de conexão: Modo Nokia; Impressão e mídia; e Armazen. dados. Para tethering, escolhe-se o Modo Nokia.

No meu laptop, o Network Manager reconheceu a conexão como Banda Larga Móvel. Ao habilitar esta conexão, apareceu um passo-a-passo onde escolhi a operadora brasileira para usar internet por GSM. No desktop, isto não aconteceu. Então, tive que instalar manualmente.

Ao plugar o USB no celular, o Linux Ubuntu registrou no log:

kernel: [18780.336281] usb 2-6.1: new full-speed USB device number 25 using ehci_hcd
mtp-probe: checking bus 2, device 25: "/sys/devices/pci0000:00/0000:00:1d.7/usb2/2-6/2-6.1"
kernel: [18780.483577] cdc_acm 2-6.1:1.1: ttyACM0: USB ACM device
mtp-probe: bus: 2, device: 25 was not an MTP device
kernel: [18780.484899] usb 2-6.1: bad CDC descriptors
kernel: [18780.484983] usb 2-6.1: bad CDC descriptors
NetworkManager[1149]:    SCPlugin-Ifupdown: devices added (path: /sys/devices/pci0000:00/0000:00:1d.7/usb2/2-6/2-6.1/2-6.1:1.11/net/usbpn0, iface: usbpn0)
NetworkManager[1149]:    SCPlugin-Ifupdown: device added (path: /sys/devices/pci0000:00/0000:00:1d.7/usb2/2-6/2-6.1/2-6.1:1.11/net/usbpn0, iface: usbpn0): no ifupdown configuration found.

O que vai interessar é a parte marcada em vermelho: é como o dispositivo será acessado. Ele é instalado como /dev/ttyACMx, onde x é um número, geralmente zero.

Agora, instalei o discador gnome-ppp, pacote descontinuado mas ainda presente nos repositórios Ubuntu. As configurações para a operadora Vivo estão na imagem abaixo.

Primeiro pulo do gato: o número para discagem é “*99#”. Usuário e senha são “vivo”.

Na configuração, aba Modem, escolhi “Detectar modem”. O dispositivo achado no meu Ubuntu foi /dev/ttyACM0. Escolhi Tipo “Modem USB” e a velocidade máxima, 460 kbps (~57,6 kBps).

Agora, o segundo pulo do gato: nas sequências de inicialização, inseri uma terceira linha de parâmetros, ‘AT+CGDCONT=1,”IP”,”zap.vivo.com.br” ‘. Ali vai o APN (access point name) da operadora. Os APN, nome:senha para as outras operadoras são “gprs.oi.com.br” oi:oi para a operadora Oi; “claro.com.br” claro:claro para a operadora Claro; e “tim.br” tim:tim para a operadora Tim.

 

Na aba Opções, marquei “modo burro”.

É isto! Agora, rodando o gnome-ppp, consigo conexões GPRS (acho que EDGE, pois aparece um “E” na barra do Nokia 5200) a 64 kbps (8 kBps), mais que a velocidade de modem de linha discada. Como nos velhos tempos. Pelo menos, dá para usar messengers e consultar emails no laptop, em trânsito.

Referências

Sobre José Antonio Meira da Rocha

Jornalista, professor de Planejamento Gráfico e Mídias Digitais da Universidade Federal de Santa Maria, campus da cidade de Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul, Brasil. Doutorando em Design na UFRGS, Porto Alegre, Brasil, 2014.